AZLA SEDNAEARFIT XELASTEC, CRYSTAL STANDARD, CRYSTAL FOR TWS

>>Caso você seja novo aqui, recomendo que leia a página “Apresentação”<<

INTRODUÇÃO:

A AZLA é uma empresa de origem Sul-coreana fundada em 2017 e que fabrica fones intra-auriculares, CD players, e em especial, o que tem chamado bastante atenção nas comunidades de áudio mundo a fora: as Eartips (ponteiras/borrachinhas como alguns chamam aqui no Brasil). Toda a divisão responsável pelas Eartips da AZLA chama-se SednaEarfit, então naturalmente os produtos vem com a marca SednaEarfit estampada nos produtos quando o assunto é Eartips.

Hoje eu vou analisar três modelos de Eartips feitas pela AZLA, que são: SednaEarfit Xelastec, SednaEarfit Crystal (Standard), e as SednaEarfit Crystal for TWS. Esses são os modelos mais recentes da AZLA, principalmente a Crystal Standard e a Crystal for TWS. A AZLA também possui outros modelos de Eartips mais convencionais, que são: SednaEarfit Light, SednaEarfit Short, SednaEarfit Standard, e SednaEarfit Light Short.

O ideal é que vocês confiram os preços das Eartips no site da AZLA, mas já adiantando aqui, a Xelastec em tamanho específico (ex. tam. G) custa $19 dólares, e o pacote com 3 tamanhos diferentes (ex. M/ML/L) custa $28 dólares. A Crystal Standard em tamanho específico (ex. tam. G) custa $22 dólares, e o pacote com 3 tamanhos diferentes (ex. M/ML/L) custa $32 dólares. A Crystal for TWS em tamanho específico (ex. tam. G) custa $19 dólares, e o pacote com 3 tamanhos diferentes (ex. M/ML/L ) custa $28 dólares.

Link da AZLA:

https://www.azla.co.kr/

https://store.azla.co.kr/

https://www.amazon.com/azla

ESPECIFICAÇÕES:

-Fabricado a partir de 788 moldes 3D diferentes
-Kraiburg TPE – Elastômero termoplástico (Xelastec)
-German LSR – Borracha de silicone líquido (Crystal Standard e Crystal for TWS)
-Hipoalergênico
-Anti-Germes
-Bocal Aberto “Wide bore” (Crystal Standard)
-Tubo encurtado (Crystal for TWS)
-Vedação ultra-firme
-Material resistente à suor
-Materiais aprovados pela FDA (EUA)
-Fabricado na Coréia do Sul
-6 tamanhos diferentes SS/S/MS/M/ML/L (Xelastec e Crystal Standard)
-7 tamanhos diferentes SSS/SS/S/MS/M/ML/L (Crystal for TWS)

ASPECTOS FÍSICOS & SONOROS:

Antes de começar, eu gostaria de deixar uma nota esclarecendo algumas coisas. Primeiro, já é sabido que Eartips podem mudar o som de um fone intra-auricular, isso já foi mais que debatido e provado no hobby. Segundo, essa é uma avaliação subjetiva, pois o canal auditivo do meu ouvido certamente vai ser diferente ao de milhares de pessoas, e além do que, eu testei as Eartips com produtos específicos, sendo assim, a questão fica mais complexa ainda. Terceiro, essa review não é um guia universal, e sim é o relato da minha experiência com os produtos, lembre-se que a sua pode ser completamente distinta.

XELASTEC

A Xelastec eu creio que seja até o momento a Eartip mais conhecida da empresa, a que ganhou mais repercussão. Pelas fotos, vocês já podem ver que o pacote adquirido foi nos tamanhos M/ML/L. Na foto mais acima, com o Audiosense DT200, a Xelastec no tamanho M. Apesar de eu ter tirado a foto com o DT200, eu testei a Xelastec com o Tin HiFi P1 e com o FiiO FH3.

Em termos de características físicas, a Xelastex me passou boas impressões, ela tem um ótimo conforto, ótimo isolamento, selou muito bem o meu canal auditivo. Ela me lembra um pouco uma Foamtips (ponteira de espuma), no quesito que ela meio que se molda ao formato no ouvido. Ela também tem um ótimo “grip” (agarro), por exemplo, o Tin P1 é um fone bem pequeno e a Shell não encosta na concha do meu ouvido, ele fica meio que “flutuando”, então sempre que eu colocava Eartips menores, era como se o fone ficasse solto, daí com a Xelastec esse problema deixou de existir, porque o fone ficou bem estável no lugar.

Um ponto não tão legal que eu observei na Xelastec, foi que ela fica “suja” muito facilmente. Tipo, pequenos fios/tecidos, ciscos, ou até um simples encostar do dedo, já deixa a superfície cheia de marcas e micro resíduos, ou seja, nem adianta tentar passar a mão pra limpar a Eartip, não resolve, só vai lavando com água. Por ela ter o domo transparente, fica bem visível essa questão da “sujeirinha” grudada na Eartip.

Em termos sonoros, em notei que ela é uma Eartip que deixa o som um pouco mais Warm (quente), mas num contexto geral eu achei que não houve mudanças drásticas na sonoridade. Tem um discreto acréscimo ali nos graves mas sinceramente acho que foi mais por questão do selamento maior que a Eartip dá, mas fora isso, achei ela uma ponteira que deixa o som bem “equilibrado” e que não altera a sonoridade desejada pelo fone (na minha opinião).

CRYSTAL STANDARD

A Crystal são as novas Eartips desenvolvidas pela AZLA SednaEarfit. Na foto mais acima, novamente eu tirei com Audiosense DT200, mas eu usei o FiiO FH3 pra fazer o teste com esse modelo. A Crystal (Standard) na foto com o DT200 é no tamanho MS. Esse modelo acompanha um adaptador para poder encaixar fones com bocais mais finos.

A primeira observação que faço dessas Eartips é que você busque adquirir sempre um tamanho – ou dois – abaixo do seu. Por exemplo, se você usa L (L=Large=Grande), recomendo ter no Pack o tamanho ML, e se possível o tamanho M. Outro exemplo, se você geralmente usa M, recomendo buscar um Pack com MS, ou também tamanho S (S=Small=Pequeno). Como a empresa oferece pacotes com 3 tamanhos diferentes, acho melhor ir nesse tipo.

Em termos físicos, a Crystal Standard possui um bocal mais aberto que as Eartips convencionais, geralmente conhecidas como “wide bore”. O isolamento e o grip (agarro) são bem semelhantes à Xelastec, então nesses quesitos elas são excelentes. Já na questão conforto, eu achei elas um pouco mais rígidas, isso levando em comparação com outras Eartips, não quer dizer que elas sejam rígidas. Tipo, em comparação com a Xelastec, eu achei a Xelastec um pouco mais macia.

Assim como foi dito lá no tópico da Xelastec, a questão da sujeira aparece aqui novamente. Bem verdade, o silicone utilizado em ambas são extremamente parecidos, então esse fator vai ocorrer outras vezes. Certamente que pra algumas pessoas esse detalhe pode passar despercebido, mas pra mim isso realmente chamou a atenção.

Um detalhe interessante, é possível encontrar a descrição do tamanho da Eartip no domo da mesma, é só procurar na parte inferior do domo e aí você irá achar uma pequena marcação do tipo: “MS”, “M”, “P”, etc. É possível ver o que estou falando se olhar a foto com o guia dos tamanhos, aparece de forma bem pequena as letras indicando os respectivos tamanhos. Não precisa se preocupar com essa marcação porque é do lado interno da Eartip.

Em aspectos sonoros, por ser bocal aberto (wide bore), eu achei elas mais “Bright” (brilhante/frio), então assim, as frequências mais agudas ela deu mais ênfase, e ao mesmo tempo reduziu as frequências mais graves. Isso de certa forma trouxe mais detalhamento e um pouco mais de espacialidade pros sons, só que pro meu gosto a sonoridade não ficou como eu desejava, mas também, é meio difícil eu me dar bem com Eartips “wide bore” (furo largo).

CRYSTAL FOR TWS

Crystal for TWS. Essas foram desenvolvidas visando o uso com fones TrueWireless (TWS). Aí na foto mais acima, as Crystal for TWS no tamanho M e no fone EarFun Free Pro. Eu testei as Eartips no mesmo EarFun, porém não só o tamanho M, eu testei com os outros tamanhos que vieram no Pack (S/MS/M).

Em termos físicos, ela tem o comprimento do tubo mais encurtado, e também acho que ela se enquadraria como uma Eartip de bocal mais aberto (wide bore), ainda não tão aberto quanto a Crystal Standard por exemplo, mas é consideravelmente maior que as Eartips originais dos TWSs que eu tenho visto. Outra coisa, como o comprimento do tubo possui esse formato mais reduzido, eu percebi que a inserção do fone no canal auditivo também é alterada, passando a ficar com menos inserção.

O isolamento e o grip (agarro) também é bem firme, como as outras já analisadas, esse é um aspecto positivo pra quem busca mais estabilidade e segurança para fones TWSs. Porém, eu acredito que muitas pessoas procuram mais estabilidade nesses tipos de fone pra poder praticar atividade física ou usar em movimento, aí é preciso levar em consideração que se a pessoa suar, talvez a fixação possa ficar comprometida. Não cheguei a testar essa questão do suor na prática, mas essas eartips da AZLA tem fixação muito maior que outras convencionais.

Sobre o encaixe e conforto, a começar pela tamanho M, que ficou um pouco grande e o fone não encaixou 100% dentro da concha do meu ouvido (coisa pouca mas foi). Depois o tamanho MS que foi a que me concedeu a melhor resposta em termos de som e encaixe/conforto. E por último a de tamanho S que ao meu entender acabou não me dando um selamento e um som de meu agrado.

Assim como a Xelastec, a indicação do tamanho da Eartip fica na parte de baixo do tubo (não confundir com a Crystal Standard que a indicação do tamanho fica na parte inferior do domo). Talvez só ampliando as fotos pra conseguir visualizar perfeitamente a marcação do tamanho. A Crystal for TWS também segue a mesma questão da sujeira citada com os outros modelos testados.

Em aspectos sonoros – com a Crystal for TWS tamanho MS – houve uma discreta redução na região dos graves quando se comparado às Eartips originais do fone. Percebi também que houve redução de Palco sonoro (soundstage). No mais, as outras frequências (médios e agudos) ao meu entender, permaneceram de forma inalteradas.

LADO A LADO

Crystal for TWS (M); Crystal Standard (MS); Crystal Standard (M); Xelastec (M).

Dessas três que testei, acredito que a Xelastex foi a que tive melhor experiência, a que me adaptei melhor, não só nos aspectos físicos, como também nos aspectos sonoros, pra mim a Xelastec foi a que conseguiu soar de forma mais “equilibrada”. A Crystal for TWS também eu achei interessante, porém já em segundo lugar depois da Xelastec. E por último, eu achei que a Crystal Standard não correspondeu minha expectativa como eu gostaria, até porque era a que eu tinha mais interesse em testar. Mas quiçá no futuro eu venha colocar ela em um outro fone e possa vir a ter uma experiência diferente.

Eu geralmente uso tamanho M, e a Xelastec por incrível que pareça, no tamanho M, ficou boa. Já o tamanho M da Crystal Standard por exemplo, eu fiquei com uma sensação de ser “maior”, isso na prática, porque na teoria elas tem basicamente a mesma metragem (como descrito nos guias de tamanhos). É realmente difícil de explicar por texto, são produtos distintos, a Xelastec me pareceu mais “comprimível”, mais “elástica”, mas não tenho como atestar isso.

Algo que eu achei igual nos 3 modelos que testei, foi a questão da textura do silicone, são bem lisas, só que por incrível que pareça, criam uma aderência na pele, então o ato da inserção ou da retirada pode não ser tão simples. Eu sinto como se elas me dessem uma resistência na hora de introduzir. Pra que essa questão seja suavizada, eu tenho que puxar a orelha e inserir o fone, algo que não é muito do meu agrado. Após a inserção é OK, o conforto é tranquilo.

Outra coisa que eu sempre noto em todas as Eartips é a espessura do tubo da Eartip, ou seja, a quantidade de borracha que tem ali no tubo. Umas Eartips são mais finas e outras são mais grossas, e isso pra mim às vezes tem um impacto muito grande na inserção. Quanto mais grossa for a espessura, mas dificuldade eu tenho de colocar e tirar a Eartip, ou até mesmo de deixar ela dentro do ouvido. Essas que testei da AZLA tem esse perfil mais espesso, até por isso eu tentei chamar a atenção para o tamanho que a pessoa vai adquirir. Pelo que eu testei aqui, é interessante escolher o pacote com 3 tamanhos, e se possível escolher com tamanhos tendendo aos menores.

_________________________________________________________



Se você chegou até aqui, muitíssimo obrigado!

Considere seguir o Facebook e o Instagram do site para receber todas as novidades em primeira mão!

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑